Browsing Category

A(mar)

Rumo ao nosso sempre

“Quero olhar-te o rosto, respirar-te a pele, tocar-te, atravessar-me no teu olhar, deixar-me ir de olhos fechados até onde me levares… Depois, as minhas mãos – apertadas na tuas – jamais te largariam. Entrelaçávamos os nossos dedos, juntávamos-lhes as almas – para não sairmos de nós – e já agora os corpos. E íamos sem hora marcada – sem medos, os dois rumo ao nosso sempre… Vens?” – Marcia

A(mar) – Vanessa

NOTAS SOBRE ELA: “Ela aprendeu que o verdadeiro amor é a liberdade de ser como ela é.” Zack Magiezi